segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Ex-Padre se converte a Jesus

 Publicado pelo Pr. Tiago Cata no seu blog
conversaoCerca de quatro meses atrás o então Pd Eduardo de Souza Carvalho (professor de filosofia e antropologia da PUC-MG) manifestou sua insatisfação com a presença do projeto Cristolândia no distrito de Barreiras/Bomfim-MG.
Onde o mesmo exercia o sacerdócio católico Romano, entretanto ao entrar em contato com o evangelho de Cristo apresentado-lhe pelo Pr. Vanoir e os missionários radicais, também se inteirando sobre o projeto restaurador de vidas, milagrosamente recebeu Jesus Cristo como seu único e suficiente Salvador.
E agora torna notório para toda comunidade local que a partir do dia 31 de dezembro/2012 resolveu deixar sua paróquia e ser um sacerdote Batista , publicando carta aberta abaixo reproduzida:
Porque não sou mais um padre católico? Porque sou agora um simples cristão batista? Por que serei ainda um pastor evangélico batista?

Barreiras (Bonfim), 17 de janeiro de 2013.
In spiritu et veritate
Ontem, dia 16 de janeiro de 2013, completei 41 anos na igreja católica, devido ao batismo recebido no dia 16 de janeiro de 1972. Entrei para o seminário para ser padre em 1990, com 18 anos de idade. Completei 13 anos de padre no dia 22 de maio de 2012.

PRIMEIRO – Não posso crer nas doutrinas católicas não bíblicas pregadas pela tradição


Em consciência, afirmo só crer nas verdades ditas pela Escritura. Não creio no que a tradição da igreja católica tenha criado como doutrinas e que estejam contra a Bíblia ou mesmo não estejam explicitamente ditas na Palavra. A exemplo, digo como creio nas ordenanças do batismo e da ceia, conforme nos fala Jesus na Bíblia: O BATISMO é símbolo da obediência de quem já crê, sendo batizado apenas quem já está salvo pela fé (Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado – Mc 16.16).  A CEIA é só memorial do que Jesus fez na morte por nós, onde não se recebe aquele corpo de Cristo que foi uma única vez entregue na cruz em nosso favor (E o pão que eu der é a minha carne, que eu darei pela vida do mundo – Jo 6.51).

SEGUNDO – Não posso crer na moral católica não bíblica ensinada pela tradição


Em consciência, afirmo só crer na justificação dita pela Escritura. Não creio no que a tradição da igreja católica tenha criado como moral e que esteja contra a Bíblia ou mesmo não esteja explicitamente dita na Palavra. Caridade alguma, voto algum, ritual algum, sacramento algum, devoção alguma salva o ser humano. Nenhuma OBRA boa que o homem faça pode torná-lo merecedor da salvação. A FÉ em Jesus como Salvador pessoal, único e suficiente é a única ação que nos salva. O que torna justo o homem é a fé somente (O justo viverá pela fé – Rm 1.17).

TERCEIRO – A estrutura católica é constituída sobre os enganos das doutrinas e da moral


A verdadeira Igreja de Cristo está anônima e presente sob várias denominações cristãs que adoram o Pai em espírito e em verdade – Jo 4.23.As doutrinas e a moral católicas não bíblicas (contrárias às verdades e à justificação) fazem a estrutura católica viver tempos obscuros, quando as verdades e a justificação da Escritura não mais são por ela pregadas. Em consciência, afirmo não mais querer esforçar-me em vão tentando ser cristão dentro da igreja católica apóstata romana (Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios; Pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência – 1Tm 4.1,2).Quero só a Jesus Cristo na sua Palavra, sabendo que o justo viverá pela fé. Quero viver para pregar a Palavra de Deus no seio da Igreja Batista. Esta afirma sobre a SALVAÇÃO: É um dom gratuito que Deus oferece a todos os homens e que compreende a regeneração, a justificação, a santificação e a glorificação. E sobre a ELEIÇÃO: Antes da criação do mundo, Deus, no exercício da sua soberania divina e à luz de sua presciência de todas as coisas, elegeu, chamou, predestinou, justificou e glorificou aqueles que, no correr dos tempos, aceitariam livremente o dom da salvação. Creio assim. Só em Jesus. Fé na Bíblia: justificação pela fé e batismo de fé.

Eduardo de Souza Carvalho
Pe.  Eduardo na época em que ainda celebrava missas católicas
Pe. Eduardo de Souza Carvalho na época em que ainda celebrava missas católicas
Postar um comentário

livraria cultura